Arquivo da tag: tendência

Yahoo! Cabide Fashion: Barriga de fora, será que rola?

Padrão

BOM DIA AMORES!!! Mais um post do Cabide Fashion! E logo mais tem look do dia! Bjss.

O post no Cabide: http://br.mulher.yahoo.com/blogs/cabide-fashion/barriga-fora-será-que-rola-213221428.html

——

Desde a temporada passada, vemos aos poucos a barriga de fora, que, na verdade, seria o estômago de fora, já que o pedaço de pele mostrado costuma ser acima do umbigo. Poucos aderiram e acharam que a ideia ia rolar, mas nas temporadas de moda do exterior, da coleção de Verão 2012, elas voltam a aparecer. Será que dessa vez a moda pega?

Sempre falo que na moda não há regras, mas bom senso sobre si mesmo. Mas acho que, nesse caso, é de bem falarmos algumas coisas que devem ser consideradas:

– Como o estilo é feito só para mostrar uma pequena faixa de pele, do estômago, é bom estar com o corpo em dia. Não fica bacana uma produção com aquelas gordurinhas a mais saltando por fora das roupas.

– Para rolar sem ficar vulgar, faça uma combinação de uma peça de baixo com a cintura mais alta, como uma pantalona, jumper ou shorts, com uma blusa que tenha pelo menos uns três dedos abaixo dos seios,  e de preferência, mais larga! Vale uma camisa ou um casaco também, só cuidado com o decote e o comprimento curto (três faixas aparentes no corpo é demais, heim?!). Deixa o look descontraído, e por vezes até elegante.

Separei algumas amostras que vimos pelas passarelas, e dessa moda nas ruas.

O estilo marcou presença em diversas grifes, como Dolce & Gabbana, Prada, Proenza Schoulder, Nina Ricci e Versace.

A pequena faixa aparecendo em conjunto da blusa com a saia.

E em conjunto com o shorts, o modelo pantalona e modelo mais arrumadinhos. Gwyneth Paltrow arriscou e usou um modelo de duas partes no Emmy.

Para quem quer experimentar mas tem medo de errar, que tal começar a usar na praia?

E você, vai encarar? Como sempre digo também, ninguém é obrigado a usar nada,  e a não gostar de tal moda. O importante é nos sentirmos bem com o que usamos, sermos autênticos com nós mesmos, e, muito importante também, respeitar aos outros e seus estilos.

Fotos: Style.com e reprodução

Anúncios

Yahoo!Cabide Fashion: Poás e estrelas: Algumas estampas do momento!

Padrão

Fala meus queridos, bom dia! Mais um post do Yahoo! Cabide Fashion por aí!

O link para ver por lá: http://br.mulher.yahoo.com/blogs/cabide-fashion/po%C3%A1s-e-estrelas-algumas-estampas-momento-164908404.html .

—–

Junto ao tropicalismo, sobre o qual falei em um post passado, tenho visto em estampas, além das clássicas bolinhas – os poás – uma profusão de estrelas pelas ruas, editoriais e coleções.

Vamos ver algumas combinações com elas?

Marc Jacobs foi um dos estilistas que trouxe de volta (aliás, quem disse que foi embora, né?) as estampas de poá (aquela mesmo, do biquíni de bolinha amarelinho rs…). Elas voltam repaginadas em tamanhos variados de bolas e cores, podendo fazer um look mais classicão, ou mais divertido. Dica: As bolas maiores dão mais volume ao corpo, enquanto as bolinhas menores dão efeito contrário.

Acima dei exemplos com peças, tanto combinados com peças neutras, quanto com outra estampa, como as listras. Para se divertir e sair do conhecido poá, vá de bolinhas coloridas!

Um look meu com o poá, de uma forma mais casual e divertida, aqui .

A Dolce & Gabbana dedicou sua coleção de inverno à estampa, que ocupou posição de destaque também em belíssimos editoriais. Alie a estampa com peças neutras, ou faça um mix como das última foto, em que a blogueira Naty Vozza (Glam 4 You) coordenou a estampa estrelada com um blazer listrado.

Dica dela: ” Para quem estiver interessada, um truque básico para coordenação de estampa — e que eu usei nesse dia — é: A cor do fundo das duas estampas devem ser iguais, ou parecidas. Com isso, o resultado é harmonioso.”.

As dicas são válidas para as duas estampas. Que tal colocar em prática?

Vocês gostam dessas estampas? Usariam ou usam?

Fotos: Reprodução.

Yahoo! Cabide Fashion: Estilo Masculino-Feminino

Padrão

Queridos, decidi, com um ajudinha de vocês, a colocar os posts do Cabide Fashion por aqui também, depois de publicados por lá. Aí quem quiser vê por lá, e quem quiser, pode ver por aqui…ou nos dois, claaro!rs. Pensei nisso porque acho realmente complicado de comentar por lá, tanto que venho ganhando bastante leitores no Cabide, e quase que todos do Yahoo! rs. Então vamos lá!

O post no Cabide: http://br.mulher.yahoo.com/blogs/cabide-fashion/estilo-masculino-femino-155008471.html .

Além da forte onda de romantismo e do “ladylike” esbanjando feminilidade, há tempos observamos também a contramão dessa tendência, com elementos masculinos na produção.

Foi primeiro observado na década de 20, com a estilista e precursora de moda, Coco Chanel, introduzindo esse estilo andrógino para nosso guarda-roupa, com as peças devidamente adaptadas para o corpo feminino.

No decorrer, vira moda e um tipo de estilo, o uso de elementos como o oxford, as peças de alfaiataria, o modelo “boyfriend” e outras peças do armário dos homens. E sai da caricatura, fazendo um contraponto bacana na mistura do masculino, sem perder a feminilidade.

Como usar e abusar desses elementos?

– Combine o terno de alfaiataria ou de black tie com salto alto.

– Que tal combinar seu sapato masculino, ou modelo oxford, com um vestido mais leve e até romântico? A mistura do leve com o pesado dá super certo!

– Uma camisa masculina – que tal assaltar o guarda-roupa do marido/namorado ou do pai/irmão e combinar com uma saia ou shorts de comprimento mais curto? Uma skinny ou um modelo mais justo na parte de baixo também deixa a produção bem charmosa.

– Quer usar um look todo masculino? Contrabalance com um toque feminino, para não perder a identidade. Pode ser nos acessórios, no cabelo mais arrumado e investindo na maquiagem (os lábios rubros mesmo dão um toque bem exótico à produção).

– Em todas essas produções é bacana aliar juntamente os acessórios que dão o toque final. Quer se divertir? Use chapéus, uma bela gravata de tamanho normal ou até mesmo a borboleta.

Vale apostar em tecidos diferenciados, tons mais fortes e em detalhes que fazem a diferença em uma produção.

Vamos ver alguns exemplos?

Famosas adotando o traje tipicamente masculino da versão black tie. Reparem que todas usam salto alto bacanérrimo.

A versão mais completa do “terninho”, só que diferenciado. Seja na modelagem, nas cores e nos complementos. Todo com o toque masculino, dando um super charme na produção.

E mais alguns exemplos com alguns itens do armário deles, como os sapatos masculinos, o colete, a calça de alfaiataria e o blazer de tamanho maior.

E vocês, gostam desse estilo?

Fotos: Lookbook.nu, JustJared, Nora´s Trip, Stockholm StreetStyle, Jak and Jill e reprodução.

Yahoo! Cabide Fashion: O modelo – comprimento “Mullet”

Padrão

Queridos, aqui um post publicado na sexta lá no Cabide Fashion

Post: http://br.mulher.yahoo.com/blogs/cabide-fashion/o-modelo-comprimento-mullet-211142119.html

Falo sobre os comprimentos “Mullet” , que tal como o corte de cabelo, é comprido atrás e mais curto na frente. E que andam sendo vistos novamente por aí. Bora lá conferir? Bjs e ótima semana!

Ah, só uma ressalva! Como estou enviando os posts bem adiantados para o blog do Cabide, e o Yahoo! que publica, podem ocorrer algumas desatualizações. Como foi o caso nesse post, do casório da modelo Anja Rubrik, que no caso ocorreu no dia 17 de julho, semana em que havia enviado o post. Vou pedir para corrigirem, mas enquanto isso..estou avisando aqui!rs.

E amanhã tem post sobre as novidades do Verão que já estão chegando na Santa Lolla, não percam!

A primavera/verão 2012 da ATEEN

Padrão

Olhando o lookbook dessa nova coleção de Primavera/Verão 2011/12, da marca carioca ATEEN – que já está chegando nas lojas – desejei várias peças e quis dividir com vocês! Muitas tendências vistas por aí, como os metálicos (fiz um post para o Yahoo!, só aguardando o lançamento rs), brilho, os modelos com os ombros em evidência e muito branco. Além de mais do que já vimos no Inverno e em outras temporadas, como a franja, onça, couro, pantalona/flare e o color bloking, que eu pessoalmente, não enjôo!

Vamos conferir? Marquei as minhas preferidas!rs.

Metálicos e brilho são a pedida no Verão, tanto de dia, como de noite.

Muito branco, alfaiataria, pantalonas e olha o modelo da blusa com recorte nos ombros.

Detalhes e recortes nas peças e o color blocking.

As onças continuam, juntamente com o couro e as franjas!

E aí, gostaram?

Daqui a pouco tem look (semana passada, desenterrei minha gladiadora)!!!!

Fotos: ATEEN.

Clima colorido!

Padrão

Acho que a imagem traduz bem o espírito e a volta das cores às ruas… afinal, elas aparecem novamente não só no Verão das passarelas Brasileiras, mas no Inverno e coleções Resort em solo internacional, com cada vez mais adeptos decididos a dividir os “famosos” tons neutros, com muito mais cor no vestuário. Acho que dá tanta vida ao look, né gente?!

E vocês, já aderiram ao movimento das cores?

Fiz uma coluna sobre cor na produção no Yahoo!, aqui. Que foi um complemento mais completo desse post de color blocking, aqui.

Foto: Style.com por Tommy Ton.

A fenda da vez?

Padrão

Deixei de falar sobre na coluna do SPFW, então hoje ela ganha um post exclusivo rs.

Já observaram que o decote das pernas anda tomando os “red carpets” e as coleções tanto nacionais, quanto internacionais?

Quem primeiro chamou atenção nesse últimos tempos com seus looks nada básicos- e foco de flashes –  foi a atriz Angelina Jolie, que sabe explorar sua sensualidade, acredito eu, como poucas.

Desktop

Esse tipo de decote, faz uma vez bonita com a história do “esconde mostra”, dando automáticamente um ar mais sensual a peça. Mas muito cuidado com decote com fenda, ou fenda exagerada por exemplo. O limite aqui entre o sensual e o vulgar é bem tênue.

Acho que um modelo bem bacana são aqueles mais fechados com a fenda lateral, sendo ao mesmo tempo clássico e ousado.

Vamos ver alguns looks?

Desktop1Desktop3Alguns modelos desfilados esse ano nas passarelas de fora, do SPFW e do Fashion Rio.

Desktop2Mais algumas celebridades, tendência no tapete vermelho.

Desktop4E pelas ruas, usado em um tom mais casual e menos “festa”.

Ia acabar o post aqui, mas pesquisando sobre como é bacana usar as tais fendas, achei a resposta a essas dúvidas, dadas pela expert Glória Kalil. Confiram:

“1) POR QUE USAR FENDA?

“Há fendas e fendas. É um recurso de provocação, sem dúvida nenhuma. O tamanho e o tecido influem na escala de 10 a 1 de provocação. Um vestido de renda de noite, decotado e aberto até a cintura, é o auge da provocação. Mas há vestidos de algodão e alcinha com fendas menores, com um componente mais sutil de sedução. Uma saia tipo sarong tem fenda, é a cara do verão e pode ser usada de maneira esportiva com camiseta”.

2) EM CASAMENTO PODE? EM NOIVA FICA BEM?

“Em casamento, convidadas ou madrinhas não podem usar fenda. Não tem nada que ficar provocando as pessoas em casamento da outra. Quem briga pela atenção é a noiva e, portanto, se você usar uma fenda de provocação máxima, ela vai te matar. Ainda por cima, se a cerimônia for na igreja, não é o lugar ideal para mostrar as pernas inteiras. Se a noiva pode usar? Bem, as noivas andam abusadíssimas atualmente. Por enquanto, estão se equilibrando no tomara-que-caia, que virou quase o must das noivas jovens. Ainda não vi noiva usando fenda. Mas acho bom aproveitar o blog de vocês e dizer às noivas que fenda NÃO PODE. Do jeito que as coisas vão, estou vendo a hora em que o padre vai proibir a noiva de entrar na igreja para casar”.

3) TEM HORA PARA USAR? DE DIA PODE?

“Para evitar erros grosseiros com fendas, faça essa tabelinha de 1 a 10 de “índice de provocação”. Para a noite e as baladas, onde o que manda é a sedução, pode usar graus mais altos. Em recepções oficiais, e encontros durante o dia, discrição é ainda mais bem-vinda.. O código de etiqueta da fenda é bem parecido com o do decote: quando se pode usar e a profundidade aceitável. A fenda é o decote da perna”.

4) SÓ MULHER ALTA PODE USAR FENDA?

“A altura da mulher não influi em nada. Quadril pode também não influir em nada. Vai depender mais do corte e do modelo do vestido. Mas quem tem perna grossa deve evitar fendas. Fenda em mulher muito pernuda é igual a decote em quem tem peito muito grande”.

5) HOMEM SÓ ACHA BONITO NA MULHER DOS OUTROS?

“Há homens que gostam de fendas – não só nas outras, mas nas mulheres deles. O Eike Batista, por exemplo. É famosa a foto dele com a ex-mulher, Luma, de fenda subindo acima da cintura. E o Eike muito confortável e sorridente. A namorada atual do empresário deu uma entrevista dizendo que usa vestidos bem curtos porque o Eike gosta”.

6) FENDA E DECOTE PROFUNDOS COMBINAM?

“Não. O melhor é optar, ou vai de decote na perna ou no seio: os dois juntos se chama “biquíni” e não vestido. Para fazer algum efeito, produzir impacto certo, é melhor escolher. Caso contrário, se quiser apostar em ambos, bota um bom protetor solar e vai para a praia”.

7) O CORTE E O MODELO DO VESTIDO INFLUEM?

“O corte melhor para fendas é reto ou ajustado. Esvoaçante com fenda não recomendo, é muito arriscado. Fica parecendo que você rasgou o tecido. A fenda é uma “costura”, ela existe e se impõe quando é deliberada e bem feita. De outra forma, parece rasgo”.

8) QUAIS OS SAPATOS IDEAIS – ALTOS, BAIXOS, SANDÁLIAS? BOTA PODE?

“Dá perfeitamente para usar com sandália rasteirinha se o vestido for de algodão, estampadinho, com fenda lateral. Nesse caso,  o acessório baixinho vai valorizar o visual esportivo. Botas podem ser um risco, mas hoje há as ankle boots, que vão bem com alguns modelos de fenda e são sandálias pesadas como botas, daí o nome”.

9) MEIA-CALÇA COM FENDA É CAFONA?

“Nem sempre. A meia-calça precisa ser bem escolhida. Você pode estar com um vestido preto e meia-calça preta, com camadas diversas de transparência. Ou uma meia calça colorida, numa mistura mais moderna e jovem. O que não dá, meeesmo, é usar meia-calça cor da pela para segurar a perna que não está suficientemente firme ou lisa. Isso é que não dá. Já pôde. Mudou de uns anos para cá. Essa meia teoricamente invisível virou coisa de senhora”.

10) EXISTE LIMITE DE IDADE PARA USAR FENDA?

“Idade conta para tudo. Desde os três anos a menininha não usa fralda, não é assim? A partir dos cinco, não vai usar laçarote. Fenda é uma roupa que é sinônimo de provocação, atitude. Mulher de 70 anos não usa, ou não deve usar. Até porque se é para provocar, a mulher deve estar com seus hormônios em alta e suas pernas em ordem. Moda, a gente precisa encarar com um mínimo de desconfiômetro e sensatez. A idade, a gente deve encarar com sabedoria e humor. O problema, no fim, não é a perna, mas a cabeça”. “

E vocês, gostam e usariam?

Fonte entrevista: Época Coluna.

Fotos: Reprodução.